Luz dura e luz difusa

Luz pode vir de um flash, pode vir do sol, de uma lanterna, de uma janela… tudo isso é luz, e tudo influencia no resultado das nossas fotos. O mais legal é que todas elas se comportam igual!

Luz vs sombra

A primeira coisa a notar é que existem luzes duras e luzes difusas. Quando falamos isso na realidade estamos falando da relação entre a luz e a sombra. Veja bem:

Luz/sombra duras

Essas são aquelas em que conseguimos distinguir bem o contorno da sombra. A transição entre sombra e luz é fácil de traçar. Um exemplo abaixo:

luz-dura

Luz/sombra difusas

Neste caso, mal vemos a diferença entre luz e sombra. Mas lembre-se que essa diferença ainda existe ou não perceberíamos o objeto como algo tridimensional. A diferença entre sombra e luz só está tão suave que fica difícil notar.

luz-difusa

Qual é melhor?

Você já deve estar adivinhando minha resposta… Nenhuma luz é melhor por si só. Cada uma deve ser usada em uma situação dependendo do resultado que você procura:

No geral usamos luzes duras para um efeito mais dramático, enquanto luzes difusas são usadas para serem discretas.

Como criar luzes duras e difusas?

Como podemos controlar a luz e deixá-la dura e difusa ao nosso bel prazer? A resposta é simples:

O que define se uma luz irá ser dura ou difusa é o tamanho aparente da fonte de luz.

Calma, é uma definição longa mas é super simples de entender: quanto maior for a fonte de luz, mais difusa será sua sombra. Quanto menor ela for, mais dura ficará a sombra.

Mas aí você me pergunta: mas todas as luzes de quem fotografa têm praticamente o mesmo tamanho! Além disso, o sol também está sempre no mesmo lugar… como conseguir variação?

O segredo está na palavra aparente! Conseguimos tantas opções porque…

  1. Podemos colocar a luz mais próxima ou mais afastada do assunto (quanto mais longe menor a luz vai parecer ser);
  2. Em comparação ao tamanho do objeto a ser fotografado a mesma luz pode parecer maior ou menor (em relação a um objeto bem pequeno um smartphone parecerá enorme);
  3. Porque podemos colocar um difusor de dois metros na frente da luz (fazendo com que ela se espalhe e um pequeno flash pareça ser daquele tamanhão – quanto maior o difusor maior vai parecer a luz!)

É por causa do aparente que a luz do sol, mesmo ele sendo enorme, é considerada uma luz bem pequena. É justamente por ele estar tão longe (dá para notar como daqui ele parece só uma lâmpada bem forte no céu, de tão pequeno, né?)

tamanho-aparente-da-luz

Por isso usamos tantos modificadores de luz como difusores, rebatedores, sombrinhas, etc. Com eles transformamos luzes que são sempre do mesmo tamanho em fontes bem mais variadas de efeitos.